Clientes no centro do ecossistema e marketplaces estruturados são prioridades dos varejistas

O 9ª Fórum LIDE do Varejo e Marketing reuniu empresários e especialistas para debater as transformações do mercado. Evento ocorreu de maneira híbrida, seguindo rígidos protocolos de saúde.

9c43fe49-2334-4983-87df-7f1ec6a93420Paulo Camargo, CEO do McDonald's, e Roberto Fulcherberguer, CEO da Via. (Foto: Gustavo Rampini/LIDE)
 
Modelo de negócios em ecossistema e marketplaces estruturados garantem a eficiência e futuro ao setor varejista. Essa é a avaliação de empresários e especialistas que participaram do 9º Fórum LIDE do Varejo e Marketing, realizado em São Paulo, nesta sexta-feira (13), de maneira híbrida. 
 
Transformação digital, ecossistemas de negócios, integração, tecnologia, digital e o momento pós-pandemia pautaram os painéis, divididos entre a manhã e a tarde. O presidente do LIDE Comércio, Marcos Gouvêa de Souza, e o presidente do LIDE Comunicação, Marcos Quintela, são os curadores do evento. 
 
Para Marcos Gouvêa, que também é fundador e diretor-geral da Gouvêa EcoSystem, há um novo momento e as empresas devem estar atentas. "Varejistas tradicionais se deram conta do poder, da capacidade de monitoramento do consumidor para expandir serviços, sistemas e se transformar em ecossistema",disse.
 
fcba2bae-2683-4cc0-a4c0-86803dbc08de Vive-presidente de B2C da VIVO, Márcio Fabbris. (Foto: Gustavo Rampini/LIDE)
 
Stéphane Engelhard, vice-presidente de Relações Institucionais, Sustentabilidade e Comunicação do Grupo Carrefour Brasil, contou que a companhia fez um movimento muito forte na digitalização nos últimos três anos e, como resultado, atualmente totaliza 20 milhões de clientes cadastrados na base de dados. 
 
"Criamos um ecosssitema com o consumidor no centro. Antes, não tínhamos transversalidades, diferentemente de hoje. Dentro disso, não podemos olhar um varejo sem dados. É importante sabermos dos hábitos de consumo dos clientes, por isso se faz necesário que tenhamos uma riqueza de informações sobre eles, respeitando a LGPD".
 
O vice-presidente Sênior e Country Lead do Mercado Livre no Brasil, Fernando Yunes, afirmou que o formato marketplace é tendência. "Abrimos as portas para as grandes, médias e pequenas. Destaco que as grandes companhias tiveram mudança de mindset e, em seguida, migraram para nossa plataforma", afirmou. 
 
231d5da4-d203-4763-afbb-7c38975d58d1Diretor de Operações no Grupo GS& Gouvêa de Souza, Eduardo Yamashita. (Foto: Gustavo Rampini/LIDE)
 
O diretor de Operações no Grupo GS& Gouvêa de Souza, Eduardo Yamashita, afirmou que empresas preparadas para transformações estão na frente. "As parcerias e aquisições fizeram grande diferença para o ecossistema de negócios do varejo, pois trouxeram resultados positivos, além do fortalecimento das marcas".
 
Co-founder & CEO do Distrito, Gustavo Araujo, defendeu o papel das startups para gerar valor e não apenas ofertar soluções ao setor. "Agora a competição não é mais de empresa para empresa, mas de ecossistemas para ecossistemas. Tecnologia não aumentou só na ponta, para o consumidor, mas no PJ também".

Transformações e cases 

e779aa13-90e8-4b39-8916-a7d24f67189bPaulo Camargo, CEO do McDonald's. (Foto: Gustavo Rampini/LIDE)
 
O CEO da Via, Roberto Fulcherberguer, acredita que impulsionar investimentos também condiz com oferta de acesso a crédito e mudanças de hábitos. "Hoje, 45% dos brasileiros não têm conta bancária. Facilitar o crédito é inclusão, relacionamento e continuidade, é uma ferramenta poderosa para captar receita". 
"Investir no omnichannel foi uma das nossas melhores ações. O índice de renovação da nossa base de clientes é altíssima. Montamos o carnê digital e isso abriu margem para captarmos clientes mais jovens. Nossa plataforma está aqui para dar acesso a todos os perfis no país".
O vice-presidente de B2C da Vivo, Márcio Fabbris, disse que a empresa mantém um progressivo propósito de digitalização. "Acreditamos que a partir das informações e pelo relacionamento com nossos clientes possamos oferecer mais flexibilidade no crédito, diferentemente das instituições habituadas a lidarem com isso, por exemplo". 
 
23615845-9d6a-40af-a390-53a9d8f0b91aFelipe Zmoginski, CEO da Inovasia. (Foto: Gustavo Rampini/LIDE)
 
O Felipe Zmoginski, CEO da Inovasia, fundador da Associação Brasileira de Inteligência Artificial (Abria), destacou a tecnologia como ferramenta indispensável para o cliente e para o varejista. "Hoje, não se deve impor um único meio de pagamento, diante das tendências de digitalização". 
"Todo o ponto de varejo que possui pagamento contactless, seja, por exemplo, por pagamento por aproximação, está em vantagem em relação a outros comércios. Porque é tipo de tecnologia percebida pelo consumidor como uma vantagem", afirmou. 
O presidente da VTEX, Rafael Forte, considerou que a pandemia trouxe muita pressão para o setor varejista. "A certeza é que não precisamos de uma crise sanitária, como esta que vivemos, para continuar inovando e nos pressionar a tirar ideias da gaveta sempre", afirmou. 
 
20c65cac-b31b-448d-838d-58d6cb2ecb78CEO da VIA, Roberto Fulcherberguer. (Foto: Gustavo Rampini/LIDE)
 
Nesse aspecto, também vale a renovação da imagem, como fez o McDonald's. "Fizemos um resgate das relações afetivas com o consumidor. Considero uma relação 'amorosa'. Renovamos o relacionamento e influenciamos mercados, pois podem tentar até copiar, mas a essência é nossa", explicou Paulo Camargo, CEO da companhia. 

Gestão pública 

A Secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, Patrícia Ellen, disse que está otimista. "Estamos usando tecnologia para monitorar a economia e acompanhar os setores na retomada. A boa notícia, é que a maioria dos segmentos está positiva neste processo", disse. 
 
O vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia, disse que grande parte da retomada deve ao setor "Temos 7,8% em estimativa de crescimento do PIB em São Paulo. O setor varejista também faz parte disso. É uma mão de via dupla, já que cerca de 40% da arrecadação do estado de São Paulo vem do Varejo e das indústrias.
 
e3790189-e646-4cfc-818f-388560f048b6Secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo, Patrícia Ellen. (Foto: Gustavo Rampini/LIDE)